quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Deixe-me


Deixe-me ser tua paz, aquecer seu coração
Deixe-me cantar para que durma e depois visitar-te em teus sonhos
Deixe-me tocá-lo, sentir os contornos do corpo que envolve a alma que tanto amo
Deixe-me admirar-te, gravar teu rosto em minhas lembranças
Deixe-me fazê-lo sorrir, e vê-lo sorrir me aquecerá de dentro pra fora
Deixe-me sentir teu cheiro, me fazendo acreditar que ainda existe esperança
Deixe-me sentir teus lábios nos meus, fazendo um sopro de pura vida adentrar minha alma
Deixe-me acariciar seus cabelos, sentindo a perfeição de fios tecidos pelo próprio Deus
Deixe-me me aquecer em seus braços e ficar livre de qualquer mal que assole nas sombras
Se não quiser, apenas deixe-me amá-lo, pois já não sou eu sem essa parte tua dentro de mim.
Só não deixe-me só, mesmo que só permaneça em lembranças de um sofrimento estranhamente feliz, pois já não posso conviver só comigo, sabendo que tive o melhor. Minha vida, meu corpo, minha alma, não suportariam sabendo que tive você.


by Desi Lyra
Amigas, obrigada por tudo, Não conseguiria sem vocês ^^
Obrigada a todos os seguidores!
Bjos de montão! =*

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

'Se eu desisti,então porque?'


Eu desisti, não dá, dói muito. Mas;
Se eu desisti, então porque ainda penso em você?
Se eu desisti, então porque ainda te encontro em meus sonhos?
Porque ainda ouço sua risada?
Se eu desisti, porque ainda dói tanto?
Porque tudo parece vazio e sem graça?
Porque me sinto oca?
Porque sinto falta do que nunca tive?
Se eu desisti, então porque ainda te procuro em tudo e em todos?
Porque ainda sinto seu cheiro?
Porque ainda sinto quando pensa em mim?
Porque ainda ouço e canto [desafinadamente] nossa música?
Porque ainda choro?
Porque ainda perco a vontade de qualquer coisa?
Porque ainda me preocupo com você?
Porque ainda sinto seus braços em volta de mim?
Porque ainda guarda suas coisas e lembranças?
Porque ainda sofro?
Porque ainda te imagino?
Ainda sinto?
Ainda te xingo?
Ainda te desejo?
Se eu desisti, porque ainda te quero aqui?^
O coração, compadecido de sua angústia, resolveu lhe responder:
- Ah preciosa, porque? Por que até sua patética e no fundo falsa desistência é [mais]uma tentativa desesperada de que ele perceba sua exaustão e venha atrás de você. Você o ama. É a única explicação de que precisa e a única que posso lhe dar. Aceite. Eu aceito a total e inevitável culpa. Você o ama. Completa, incondicional e irracionalmente.
" Ela secou 3 ou 9 lágrimas. Jogou a caneta e o caderno ao seu lado de qualquer jeito, xingou o coração e deitou-se. Pensou nele, sabia que ele estava a pensar nela. Desistiu de enxugar as lágrimas. dormiu chorosa. se ele não a visitasse em nos sonhos, por algum tempo ficaria em razoável calmaria. Até que despertasse. A dolorosa e sentida realidade viria à tona. Ela o encontraria. O veria partir. E começaria tudo de novo."
by Desi Lyra
*______*_______*______*______*________*_________*_________*_______*__
Dedico esse post às minhas amigas Fran [minha fro mais linda][tenha fé, apenas tenha fé], Any [a gatinha mais fofa] [ vai dar tudo certo more, prometo], Marcela [minha mana do coração], Marie [a vampirinha secsi], Gabi [gatinha que adoro], Lucas [inteligência e paixão no que faz].
Amo vocês
Obrigada à todos os seguidores, vocês não sabem como são importantes pra mim ^^
Obrigada [2] pelo recorde de comentários no último post ^^
Beijos de chocolate : )
ps.: Responderei todos os coments [juro de dedinho]

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Só não demore muito, posso cansar de esperar



"Eu viajei através deste romance para buscar a verdade.
Enterrado sobre todas as mentiras.
E eu entenderei esta distancia para sentir quem você é.
Estarei me escondendo em seus olhos

Aguente firme, antes que seja tarde demais
Nós iremos correr até nós deixarmos isso para tras
Siga em frente, seja você mesmo
Isso é tudo o que precisamos em nossas vidas

O risco que travaremos, você é a unica que pode formar
A vida que não foi aproveitada ainda está perdida
Então fique no topo comigo
Enfrente o seu medo e você verá
Nada é real até ser desfeito"

[Before it's too late- Goo Goo Dolls]


Não acredite que deixei de te amar, isso seria impossível. esqueça tudo que eu te disse, esqueça tudo que eu te fiz, só não esqueça o que te fiz sentir. Peço que vá embora. Eu sou covarde demais pra te deixar. Salve sua alma enquanto ainda há tempo. Abra sua mente e visualize tudo o que você pode ser. Viva cada momento, aprecie as coisas boas da vida. Sorria sempre, mas não se envergonhe se sentir vontade de chorar. Você me encontrou em meio a multidão, mas te deixo livre pra encontrar o seu próprio caminho. Se realmente for meu, voltará algum dia. espero que continue com todas essas manias. O mesmo abraço forte. O mesmo beijo doce. O mesmo sorriso cativante. O mesmo perfume que me deixa tonta. O mesmo olhar que me faz sentir amada. A mesma presença protetora. Se for possível e existir alguém que te ame mais que eu, seja feliz sem culpa. Apenas seja você e não ligue para o que os outros acham. Quem te julga sem te conhecer, não merece sua atenção. Te deixo agora, por que te amo e não aguento mais essa situação. Viva sua vida, não pelos outros, mas para se orgulhar de si mesmo. Confie em si e quando sentir que não tem mais esperanças, procure as pessoas que te amam. Não espere por mim, apenas siga o fluxo. Quando sentir saudades e estiver com o coração pesado, pense em mim e lembre de tudo pelo que passamos. Você não foi feito pra mim e somos completamente diferentes. Esse é um dos motivos de eu te amar tanto. Talvez um dia possamos conversar ao invés de só falar. Possamos sorrir no lugar de nos magoarmos. Continuaremos brigando, amo quando me abraça para fazer as pazes. Isso não é um adeus, é no máximo um até logo. Sabemos que não podemos ficar longe um do outro. Chega a ser fisicamente doloroso. Eu te esperei todo esse tempo, vaguei por aí até te encontrar. Vivi uma nova vida, em função da sua. Quando você resolver crescer [ deixe pelo menos um pouco do meu menino bobo], largar tudo que te arrasta pra longe de mim, desistir de me fazer ciúmes, parar de arranjar namoradas que não ama e não merecem sofrer pelo seu egoísmo. quando finalmente puder conviver com a realidade de amar alguém além de si mesmo, quando parar de lutar uma batalha perdida, quando resolver dizer 3 palavras, 7 letras, eu estarei aqui. Só não demore muito, posso cansar de esperar.

by Desi Lyra

Dedico esse post às minhas amigas Fran [minha florzinha mais linda], Marcela [minha irmã de coração], Amanda[minha amiga totosa], Nath[alguém super especial], Dayane[ minha miuga mais fofa], Marrie[minha vampirinha, meu bb] e Becca[ minha stevie Rae que merece toda a felicidade desse mundo].

Esse post foi pra e por todas nós. Amoadoro vocês demais ^^

Obrigado seguidores ;]

Bjos coloridos meu povo!

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Meu destino


"Henry baixou o rosto e seu coração quase explodiu no peito. Um som chegou aos seus ouvidos. O som de borboletas batendo asas, o som das nuvens se movendo no céu límpido, som das estrelas cadentes e da lua, som de felicidade de criança, de chocolate e pirulito. Sophie estava rindo e ele não estava preparado para tamanha doçura. Como ele existiu por tanto tempo sem aquele sorriso largo? O Sol refletia em seus olhos, deixando-os de um castanho bem claro, seu sorriso refletia os raios de sol."

by Desi Lyra

Gente, é uma parte (bem pequena) do meu livro. O que vocês acharam? sejam sinceros, please!
Bjos :)

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Meu menino


"Meu menino de rosto de anjo
sorriso de criança
brilho no olhar.
O menino de meus mais lindos sonhos
mais sinceros desejos
mais puras vontades.
Venha e traga contigo minha alegria
pois sem ti não há sorriso
tu és minha felicidade.
Faça carinho em meus cabelos
afague meu rosto
acorde ao meu lado.
Me tire daqui
tu és minha luz
Me dê teu calor.
Menino que me faz chorar
me faz tremer
a quem remete meu gostar.
Me abraçe
Me pegue em seu colo, preciso do seu calor
E assim não fugiremos, nem buscaremos nossa felicidade
Pois tu és meu destino e contigo tenho tudo que todos sempre quiseram."
by Desi Lyra


Obs.: Ofereço esse post às minhas amigas Nath Souza, Fran e ao fofo do John.
ps.: Eu não tinha postado nada assim antes, espero que vocês gostem!
ps2.: Todos os meus seguidores: Obrigada! \o/
=*

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Alguém



Alguém que você procura a vida inteira
Alguém que está a sua espera
Alguém que possa te fazer rir
Alguém que seja a sua luz em meio a escuridão
Alguém que te compreenda
Alguém que não te ame como você é, que deseje que você sempre evolua pra melhor
Alguém que te conte histórias
Alguém que te faça tremer em pleno verão
Alguém que te esquente nas noites mais frias
Alguém que faça seu coração parar e acelerar ao mesmo tempo sem danos a saúde
Alguém que te diga que está errada e te mostre o caminho certo
Alguém que te faça acreditar que é especial
Alguém que segure seu guarda-chuva
Alguém que envelhecerá ao seu lado, mas te manterá jovem por dentro
Alguém que faça você se sentir viva
Alguém que te leve até o fim do arco-íris
Alguém que guarde os seus segredos
Algém que te faça se sentir amada
Alguém que não critique o que você é, mostre o que você pode ser
Alguém que seja sincero
Alguém que ocupe sua mente
Alguém por quem daria a vida
Alguém sem o qual não seria a mesma
Alguém que segure sua mão
Alguém que vele o seu sono
Alguém que realize os seus sonhos
Que não duvide da sua capacidade
Alguém que cante desafinadamente
Alguém com todos os defeitos da pessoa perfeita
Alguém que faça guerra de travesseiro e brigadeiro de panela
Alguém que brilhe junto com você
Alguém que te abrace forte e não te deixe cair
Alguém que todos querem
Vários tem
Poucos dão valor

by Desi Lyra

ps.: Imagem em homenagem às minhas amigas Anna Paula Rodrigues, Amanda e Pinto( Estephane), ( quase fui assassinada e espancada, a marca da faca ainda tá no meu pescoço ¬¬, pra colocar a bendita da imagem, que é o sonho de consumo delas!). Amo vocês ^^

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Presentinhos!


Presenteeeeeeeeeeeeee da fofa da Becca (http://onlymyblueworld.blogspot.com/)
Um blog mara e uma nina incrível!

1. Postar o selinho e as regras;
2. Responder às perguntas:

- Uma música mágica: The trouble with love is/ Kelly Clarkson
- Um filme mágico: Antes que termine o dia
- Uma viagem mágica:Inglaterra ou Egito *-*
- Maquiagem mágica: Lápis de olho

3. Indicar o selinho para cinco blogs mágicos:

Ágda:http://papeldesemica.blogspot.com/
Nath: http://escritorasteens.wordpress.com/
Fran: http://bateuasasevoou.blogspot.com/
Lucas: http://galdes.blogspot.com/
Leh: http://cindereladeallstar.blogspot.com/

Presente da lindinha da Christi
http://conflitosdeconfissoes.blogspot.com/
Brigadinha lindonaaaaa!

As regras são:

Publicar o selinho e indicar quem o repassou!

*Perguntas e Respostas:

1. Você é casada? Não.

2. Tem quantos filhos? Não, mas vou.

3. Fuma? Não.

4. Bebe? Não.

5. Tem compulsão por algum tipo de comida? Chocolate e quase todo o resto.

6. Prefere frio ou calor? Os dois.

7. Prefere doce ou salgado? Os dois ².

8. Qual sua profissão? Tantas...

9. Último filme que você viu? Vejo tantos que nem lembro ¬¬

10. Qual foi o dia mais feliz da sua vida? Já tive tantos..Cada dia é feliz de algum jeito.

- Indicar 05 blogueiras para receber o selo e avisá-las.

Thaís: http://palavrasdeumpresentebom.blogspot.com/

Becca: http://onlymyblueworld.blogspot.com/

Mari: http://storiesmari.blogspot.com/

http://pretonobrancoeviceversa.blogspot.com/

Mayana: http://sweetgirlsg.blogspot.com/

Mais uma vez, obrigada ^^


by Desi Lyra




sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Ainda te amo, mas não te quero mais


Me proíbo de acreditar quando disser que me ama
Me proíbo de te desejar
Me proíbo de sentir sua falta
Me proíbo de implorar à Deus que você seja meu
Me proibo de gritar de volta quando você grita comigo
Me proíbo de ficar magoada com as suas idiotices
Me proíbo de chorar por você
Me proíbo de te dar mais uma nova chance
Me proíbo de suspirar por você
Me proíbo de lembrar de tudo pelo que passamos
Me proíbo de procurar o seu gosto nos outros
Me proíbo de estremecer quando você me tocar
Proíbo meu coração de acelerar todas as vezes que te vê
Proíbo meus ouvidos de me pregarem peças, quando escuto sua voz nas noites mais sombrias
Me proíbo de tentar arranjar desculpas para as besteiras que você faz
Me proíbo de me culpar por não ser boa o suficiente pra você
Me proíbo de perder a vontade de seguir em frente
Me proíbo de achar que fui destinada a você
Você não é meu destino
Eu faço o meu destino agora
Ainda te amo, mas não te quero mais


by Desi Lyra


quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Presente da Máah

Presentes da fofucha da Máah (http://www.ameiafurada.blogspot.com/)
Muito o brigada fofa, você é linda e seu cantinho é perful ^^


Indicar 4 blogs:
Cris: http://blog-fuzue.blogspot.com/
Fran: http://bateuasasevoou.blogspot.com/
Jheni: http://www.guriasmulheres.blogspot.com/
Becca: http://onlymyblueworld.blogspot.com/

Regrinhas:
Indicar 6 blogs:

Nath: http://escritorasteens.wordpress.com/
Lucas: http://galdes.blogspot.com/
Lua: http://sapatosepoesia.blogspot.com/
Kim: http://meumundokim.blogspot.com/
Fabricia: http://alem-do-amor.blogspot.com/
Ninah: http://eitaeagora.blogspot.com/


Os indicados são alguns dos que adoro muito! Garanto que vale à pena dar uma olhada ^^
Bjinhos coloridos no coração =**





by Desi Lyra





quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Quando um amor acaba



É quando o anseio desesperado de encontrar, se torna apenas vontade de ver. Quando ao encontrar, o coração não acelera, apenas fica feliz. Quando ele repete 'eu te amo' e você se dá conta de que está cansada de ouvir isso, que já se acostumou e de que n o é disso que você precisa. Quando o fato dele estar solteiro n o te deixa eufórica. Quando ele te pede alguma coisa e você descobre uma palavrinha nova: N O. Quando você passa por alguém com o perfume dele, sabe que é o cheiro dele, mas isso n o tem mais importância. Quando você está perto do trabalho dele e n o dá uma de detetive do FBI analisando tudo num raio de 100 km, até o cara da barraquinha de cachorro-quente. Quando você escuta a música que vocês ouviam juntos e é apenas uma música. Quando você acorda rindo e saltitando, alguém pergunta:
- O que ele fez?
Você sorri e diz:
- Nada!
Quando você olha para as fotos de vocês e começa a achar que vocês não combinavam tanto assim. Quando o telefone toca e você não sai distribuindo soco de direita, joelhada e voadora em quem tá perto pra atender primeiro. Quando você começa a conseguir imaginar aquele cabeludo, emo, magrelo, fortinho, playboy, ou o que quer que seja seja como amigo. Quando você não tá nem aí para o fato de ele achar que você o ama, por que o que ele pensa não importa. Quando a janelhinha do msn sobe, avisando que ele entro e você não dá ataque enquanto grita como uma maluca desesperada puxando o braço da amiga que tá do lado gritando no ouvido dela se você fala com ele ou não enquanto implora desesperadamente a Deus que ele fale com você primeiro porque você não quer que ele pense que está correndo atrás dele e em menos de 20 segundos você fala com ele. Quando consegue lembrar de tudo pelo que passaram e n o sentir dor nem mágoa. Quando seus amigos param de reclamar das suas tentativas patéticas de arranjar 59.784 interpretações diferentes para o 'oi' que ele te deu de manhã . Quando consegue imaginar sua vida sem ele. Um amor nunca acaba, ele se transforma em carinho e deixa de ser o centro das atenções. E nesse momento você se dá conta de que pode amar de novo, de que vai amar de novo.Você se liberta.
Nesse momento você está livre pra viver sua própria vida.

by Desi Lyra

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Presente da Lua ^^



Presente da fofa da Lua (
http://sapatosepoesia.blogspot.com/)

As regras são:
->Exibir a imagem do selo "Seu blog é ROXIE!”.
->Colocar quem te deu o selo nos seus blogs indicados.
->Escrever 5 coisas que são ROXIE ( sobre música, televisão e cinema, três países que sonha em conhecer, três cores favoritas, três hobbies).
->Indicar 10 blogs que você ache ROXIE
->Avise as pessoas que você indicou.

Minha opinião Roxie:
-> Música: Halo

->TV e cinema: Tudo menos Faustão
->3 países que sonho em conhecer: Inglaterra, Grécia e Egito
->3 cores favoritas: Vermelho, Preto e Lilás
-> 3 hobbies: ouvir música, ler e escrever
Quem eu indico :
http://www.guriasmulheres.blogspot.com/

http://escritorasteens.wordpress.com/
http://onlymyblueworld.blogspot.com/
http://angeltudinhoo.blogspot.com/
http://bateuasasevoou.blogspot.com/
http://blog-fuzue.blogspot.com/
http://destartes.blogspot.com/
http://nomeuporao.blogspot.com/
http://pluf-pluf.blogspot.com/
http://galdes.blogspot.com/



sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Minha vida seria um saco sem você!



Por que nós pertencemos um ao outro
Para sempre juntos, de algum jeito
Você tem uma parte minha
E sinceramente
Minha vida seria um saco sem você
(My life would a suck without you, Kelly Clarkson)


A vida seria um saco! Monótona! Você fofocaria sobre o que? Existe jeito melhor de saber se você tem problemas de coração do que ver aquele sorriso? Tem passa-tempo melhor do que as palhaçadas e implicâncias de vocês? Jeito melhor de amadurecer do que as DRs de vocês (discussões de relação)? Tem maneira melhor de saber quanto tempo você consegue prender a respiração do que beijando ele? Tem melhor jeito de descobrir se você tem pressão alta do que deixando ele te abraçar bem forte? Tem blush mais bonito ou mais natural do que o rubor em suas bochechas quando ele te chama de linda? Alguma musa inspiradora superaria a inspiração que ele proporciona à você? Tem maneira melhor de descobrir se você será uma boa mãe do que cuidar dele quando ele se machuca jogando bola, quando ele pega aquele resfriadozinho pelo qual ele faz um escarceu dos caramba â quatro!? (homens temdem a ser piores que crianças quando estão "doentes" ¬¬'). Ele pode ser chato, desengonçado, emo, roqueiro, badboy, playboy, ou qualquer coisa que termine com boy, pentelho, implicante, cabeçudo, alto, baixo, carente, bruto, grudento, romântico, burro, nerd, besta, palhaço, trabalhador, vagabundo, bobão, ou mais umas 59.437 coisas diferentes. Mas sinceramente....


Sua vida seria uma droga sem ele!






by Desi Lyra

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

"Escorregando no Trakinas"

1° ano, dia chuvoso, nas escadas do laboratório de informática. Eu, muito inteligente, resolvo abrir um Trakinas. Como todos sabem, não se pode comer um pacote de Trakinas sozinho em público, ninguém deixa! Distribui Trakinas daqui, distribui Trakinas dali, alguns caem no chão (normal), e se misturam a água e à lama. Fofoca daqui, berra dali, grita acolá. A pessoa me vai chamar Thamara e não vê o bendito do Trakinas no caminho...
Vocês já viram alguém aprendendo a andar de patins? Era eu aprendendo a andar de Trakinas! Não sei como, mas se eu tenho um anjo da guarda ele se manifestou naquele momento, depois de 3 cotoveladas na parede, eu consegui parar em pé.

É gente: o Trakinas não me venceu!


by Desi Lyra



[a pessoinha que bloga ficou com o cotovelo doendo 3 dias]

"Presente da Nath "



Regras:
1.Colocar o selo no seu blog
2.Indicar 10 blogs que você adore:

Jhenifer Pollet: http://guriasmulheres.blogspot.com/
Nath Souza: http://escritorasteens.wordpress.com/
Day: http://www.nomeuporao.blogspot.com/
Fran: http://bateuasasevoou.blogspot.com/
Cris: http://blog-fuzue.blogspot.com/
Lucas: http://galdes.blogspot.com/
Melissa: http://melissa-spring.blogspot.com/
Lua: http://sapatosepoesia.blogspot.com/
Alice: http://pessoasloucasdavida.blogspot.com/
Kiki: http://pluf-pluf.blogspot.com/

3. Informar aos “premiados”
4. Dizer 5 coisas que você adore:

->Meus amigos
->Ler
->Ouvir música
->Escrever
-> Comer chocolate

by Desi Lyra


quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Quando alguém disser que você vai cair, ACREDITE!


6° série. Estou eu, linda, bela e gordinha, sentada em minha cadeira, enquanto minha professora de literatura e o professor de inglês inventavam uma atividade para juntar as matérias. Eu senti que um lado da minha cadeira estava meio estranho, mas não dei atenção. Estou prestando atenção e escuto aquela voz do além, era Renato me avisando:
-Desirée, a cadeira vai quebrar e você vai cair....
Eu, muito delicada como sempre:
-Pára de graça garoto, dá um tempo! Vô cair nada!
Ele insistiu:
-Você vai cair.......
-GAROTO! Eu não vou.....
jabhvcgvjn jnhxhyhsbhsbnnjdnmmnjjkknndubfhvfhbkdojifnfnnknf (representação do barulho que eu fiz ao quebrar a cadeira)
O barulho dos risos foi quase ensurdecedor, e o pior é que eu não levantei como uma diva teria feito, eu chorei e passei mal de tanto rir como a palhaça que sou!
O assento quebrou e o ferro que tinha em baixo virou um V, um V!
No meio das lágrimas de riso que escorriam, ainda enxerguei a professora enfiando a cabeça entre o quadro e a parede pra rir, e o professor vindo na minha direção pra tentar me levantar, isso mesmo, tentar. Ele não conseguiu!
Na hora do intervalo todo mundo já sabia, e minha barriga ainda estava doendo de tanto rir!
Então; quando alguém disser que você vai cair, ACREDITE!


by Desi Lyra

E quando o que você mais quer é a única coisa que você não pode ter?

"Ele não sabia se ela estaria lá, era o lugar preferido dela, mas isso foi à anos. Atravessou o restante do caminho, passou pelas últimas árvores e lá estava ela, imponente, sua forma sombreada pela luz da Lua que só não brilhava tanto quanto ela. Seus cabelos esvoaçando , jogados ao vento frio. Ela virou-se para fitá-lo, mesmo com todos aqueles anos seu olhar não perdera o poder sobre ele. Mas ele não podia, não devia. O lago mandava de volta pro céu o reflexo pálido da Lua em sua superfície espelhada. Pensando em tudo o que tinha acontecido, tudo pelo que tinham passado, ele tinha ainda mais certeza de que a amaria pra sempre e isso o matava por dentro. Como puderam fazer isso com ele, com eles. Eles não sabiam, mas isso não importava, não agora. Ele parou de frente pra ela, e como sempre sentia o peso do mundo diminuir, mas o peso em seu coração aumentava. Como ele ficaria longe dela, não suportaria.
Ela deu um meio sorriso e disse despreocupadamente:
-Oi!
-Oi- respondeu ele num tom abafado.
-Como se sente de volta ao lar?
-Eu nunca parti de verdade, mas me sinto bem e estranho ao mesmo tempo- ele não podia mentir pra ela e não conseguiria se tentasse.
-Isso tem alguma relação com o fato de você ser meu irmão mais velho?-ele não conseguiria pensar assim, não depois de tudo que aconteceu, ela sempre fora mais forte que ele.
-Eu nunca vou me acostumar com isso. Ainda não sei como puderam fazer isso com a gente.
-Você acha que mudaria alguma coisa?-perguntou ela olhando em sua alma.
-Como assim?-ele sabia exatamente o que era, mas tinha medo de assumir.
-Nossos pais não podiam fazer nada, s...., nosso pai nem sabia. Minha mãe era uma cigana de 15 anos que veio pro castelo cuidar do príncipe, de você. Eles se apaixonaram, ele foi embora, eu já vivia dentro dela e ela se casou com nosso tio.-ela deu uma risadinha- Quem podia imaginar isso? E eu acho que eu te amaria de qualquer jeito-disse ela olhando pro chão.
Ele fez uma coisa que não fazia a anos, desde aquela noite em que perdera o chão, perdera o que mais amava, descobrira tudo. Ele ergueu sua mão ao rosto dela. Fazia anos que ele não a tocava, não aguentava a culpa de ainda a desejar depois de tudo. Mas a vontade de tê-la era mais forte que ele. Ele encostou a mão em seu rosto macio, tinha esquecido de como aquela pele clara era quente, e o que sentiu fez com que a lembrança dos melhores dias de sua vida viessem à tona e isso provocou uma onda de culpa maior ainda.
-Eu te amo- disse ele quase em um sussurro.
-Eu te amo-respondeu ela com um lágrima caindo pelo rosto. Ele nunca esqueceria ela, e sabia disso agora.
Ele segurou o rosto dela com as duas mãos e beijou-lhe a testa, agora lágrimas também caiam de seus olhos. Ela era o que ele mais amava. Como suportaria a vida sem ela ao seu lado?
Ele não sabia a quanto tempo estavam ali, apenas se olhando, detectando o que o tempo fizera com as feições de cada um. Ela estava ainda mais linda, e ele pensou que isso não fosse possível. Talvez tivessem passado anos, quando ele ouviu sua voz embargada pelo choro baixo:
-Deixe eu ir.
Ele não entendeu:
-Como assim?
-Me solte agora, não sei se o fato de você ser meu irmão mais velho me pararia se eu continuar tão perto de você.....- sua voz foi morrendo enquanto a compreensão tomava conta de ambos. Não importava o que eles eram, eles se amavam e se amariam pra sempre. Nada podia mudar isso.
-Você sabe que nunca poderei te deixar ir completamente.- os dois sabiam o que ele queria dizer.
-Então me deixe ir só dessa vez, ou mais tarde não nos arrependeremos- ele sabia que ela estava certa- mas nossa culpa acabará conosco.
Muito lentamente ele baixou as mãos e se afastou um pouco. Ela foi caminhando ainda mais lentamente enquanto olhava pra trás, para ele.
-Sophie!
Ela virou-se
-Lembra que você respondia todas as perguntas que eu fazia e eu disse que ainda encontraria a pergunta que você não poderia responder?
Ela riu e o coração dele pulou. Um efeito normal, ele pensou.
-Claro que lembro!
-Acho que eu encontrei.
Ela esperou
-E quando o que você mais quer é a única coisa que você não pode ter?
Ela riu e entendeu:
-O dia em que eu souber a resposta, nós seremos as pessoas mais felizes desse mundo.
E ele ficou parado, sentindo-se impotente, enquanto ela se afastava"


by Desi Lyra

quinta-feira, 30 de julho de 2009

"Este blog tem glamour"

Ganhei esse selinho de uma nina super fofa e que escreve muito, Nath Souza ( http://escritorasteens.wordpress.com/)
Brigada Nath!


Regras:
1.Deve exibir o Selo em seu Blog;
2. Quem me indicou: Nath Souza
3.Listar 5 desejos de consumo que te deixariam mais glamurosa


-->Estar com quem eu amo
-->Ter todos os livros que existem
-->Conhecer o mundo
-->Fazer alguma coisa importante com a minha vida
-->Ser feliz

4.Indicar 5 amigas glamurosas e avisá-las que foram escolhidas

Jhenifer Pollet: http://guriasmulheres.blogspot.com/
Nath Souza: http://escritorasteens.wordpress.com/
Day (não conheço, mas ela arrasa): http://www.nomeuporao.blogspot.com/
Lolah: http://wwwlolah.blogspot.com/




by Desi Lyra

quarta-feira, 29 de julho de 2009

"-Se você quer mesmo ler, vai em frente.- sua voz era conformada- vou estar lá embaixo quando você acabar.
Ela desceu as escadas sem olhar pra trás.
Ele sentou-se com o diário dela nas mãos e uma sensação estranha começou a se apoderar dele. Não que ele tivesse medo do que poderia ler, era medo do que ele poderia sentir quando lesse. Ele foi folheando lentamente aquele livro, enquanto admirava os floreios que formavam as palavras, até isso nela parecia ser especial, e chegou às páginas que ela tanto lutara pra esconder. Ele encontrou mais do que poderia esperar.
" Eu me perguntei tantas vezes o que fiz de errado. Se não sou boa o bastante. Cansei de tentar adivinhar e me conformei. Sempre me contentei com pouco, mesmo que o que você me dê seja nada. Quase enlouqueço me agarrando a esperança desesperada de que algumas coisas que você diz e faz tenham algum outro sentido. Você já me magoou tanto e eu não consigo te odiar. Às vezes me pergunto se você sabe disso, concluo que sim. Não entendo como você pode ser duas pessoas tão diferentes ao mesmo tempo. O pior é que eu sei que você não é tão bom assim, mas mesmo assim eu te quero. Adoro cada mania sua, o seu jeito bobo que me faz rir quando todo o resto está sem graça. Às vezes você é tão idiota, e eu consigo gostar disso. Devo ser mais idiota que você . Quero saber todos os detalhes da sua vida, posso me magoar, mas você vai estar feliz e é isso que me importa. Também adoro como você fica desesperado quando acha que me irritou, e você sempre sabe. Eu sei que você me ama, só queria que você escolhesse como quer me amar."
Queria ter coragem de falar
Quando chegou ao final, sua respiração estava irregular.
Ela o esperava ansiosa, sem saber o que aconteceria. A felicidade dela estava, literalmente, nas mãos dele. Ela ouviu seus passos no mesmo instante em que o perfume alcançou seu nariz. Ela não confundiria aquilo com nada, nada teria aquele efeito sobre ela. Antes mesmo de virar-se, aquela sensação de borboletas na boca do estômago apareceu. Ela virou para fitá-lo, parecia que todos haviam sumido. Sá haviam eles dois. Ela esperava a muito por aquele momento, era tudo ou nada. Pela primeira vez ela não conseguiu interpretar a expressão dele, era um misto de êxtase, culpa e uma tristeza antiga.
Ele esperou muito por aquele momento. Enquanto se aproximava, tentou expressar em palavras o que escondeu por tanto tempo.
-Não é que você não seja boa o bastante, você sempre foi boa demais. Eu sempre te amei demais pra arriscar perder o que nós temos. Eu amo seu jeito atrapalhado, como você fica vermelha quando está com vergonha e tenta esconder de mim. Às vezes te estresso de propósito, você fica linda irritada. Sei que você ama chocolate e odeia mostarda - ele deu o sorriso perfeito dela - . Sei que você chora quando assiste filmes melosos, ou qualquer outro filme, chora quando vê uma criança muito linda ou alguém sofrendo alguma injustiça, na verdade você chora por quase tudo ! Você consegue ser organizada na sua própria bagunça, é independente e determinada. Luta pelos seus sonhos. Você sempre começa um livro pelo final porque é curiosa demais pra ler do começo. Quando tá nervosa, você fica mordendo o canto da boca como tá fazendo agora, tem pavor de altura, mas pularia em um abismo se alguém que você ama estivesse caindo. É por tudo isso e por nada disso, só por você , que eu te amo tanto. Não posso escolher como te amar porque eu te amo de todas as maneiras possíveis e impossíveis. Eu cansei de tentar ficar longe de você, você já é parte de mim.
O silêncio que se seguiu foi massacrante. Cada batida de seu coração latejava em seus ouvidos como as batidas de um tambores descompassado que estivesse perto demais. Ele esperava e cada segundo se arrastava como séculos.
Ela tinha perdido a noção de como se mover e falar. Simplesmente não conseguia acreditar no que estava ouvindo, depois de tanto sofrimento e tantas frustrações, seu coração tinha cansado de ter esperanças. Ele esperava que ela respondesse, mas ela não tinha palavras.
Aquela sombra da determinação que ele conhecia tão bem apareceu nos olhos dela, ela caminhou decidida em sua direção, ela chorava e sorria ao mesmo. Ela era tão linda e até o mais s o dos homens enlouqueceria por aquele sorriso. Ela encostou sua mão macia no rosto dele, o olhou nos olhos e o beijou como se o mundo fosse acabar. Mas os dois sabiam que teriam a vida inteira pela frente. Juntos.


By: Desi Lyra

terça-feira, 28 de julho de 2009

Desistir

"Eu nunca fui de desistir. Na vedade eu era bem diferente até você entrar na minha vida e virar tudo de cabeça pra baixo. Pode parecer esquisito, mas vou sentir falta das noites em claro por sua causa. De ver o seu rosto em todos. De ansiar pelo seu gosto em outro alguém, mesmo sabendo por experiência própria que ninguém é tão doce e viciante quanto você. Mas sei que pra me arriscar a tentar te esquecer, tenho que me desapegar de tudo que ainda me prende a você, o que pode significar ter que criar uma nova concepção de mundo pra mim, porque meu mundo ainda é você. Vai ser difícil não te ver todos os dias e não ouvir a sua voz todas as noites. Seria mais fácil se você me deixasse ir, mas essa coisa tóxica e irrotulável que nós temos, de certa forma, também representa alguma coisa pra você. Eu sei que você gosta de mim, mas também te conheço o suficiente pra saber que você é orgulhoso demais pra assumir. Eu só não aguento mais. Acredito que eu tenho o direito de ser feliz e o que eu sinto por você não me permite esse luxo. Ainda vou lembrar de você quando ver alguém comendo chocolate, tocando "air guittar" (guitarra imaginária , com a cabeça balançando e um sorriso de êxtase na cara) ou de bermuda no frio. Mas tenho fé de que chegará uma hora em que sua presença não tenha mais efeito sobre mim, sua voz não me deixará tonta, sem jeito e com os batimentos cardíacos em uma velocidade inimaginável e inaceitável, seu cheiro não me deixará arrepiada, seu abraço não provocará a aceleração do meu pulso e o meu desprendimento da minha própria vida pra ficar em função da sua e seu feitiço perderá o encanto. E nesse dia talvez meu mundo comece a ganhar cor, forma e sentido novamente. Talvez eu descubra que ainda consigo sorrir. Talvez eu perceba que posso, mereço e permita ser amada. Talvez eu aceite que posso amar de novo. E talvez, não. EU SEI que chegará a hora tão sonhada. A hora em que eu não me sentirei envergonhada po desistir, porque eu não desisti. Eu tomei a minha vida de volta e compreendi que sou boa demais, bonita demais, inteligente demais e especial demais pra continuar sofrendo.
Vou perceber que te amei sim, mas não preciso e nunca precise de você. Eu gritei que te amo, você fingiu não escutar, eu cansei de repetir. Chegará a hora em que você baterá na minha porta e eu quase me permitindo sentir pena, repito: quase, te direi de todo meu coração recém renascido e com toda minha alma recém restaurada:

-Perdão, mas segui com a minha própria vida. Você não é tão bom quanto eu, mas você consegue. Salve-se sozinho.



By: Desi Lyra

O lado bom

"É estranho como fatalidades nos fazem repensar nossa vida e o que fazemos dela. E de um jeito bom. Também é estranho como tragédias são capazes de unir as pessoas. Unir talvez por dó, pena, compaixão ou por resultado de reflexões feitas sobre a própria vida. Talvez realmente exista um lado bom em tudo, ou seja eu a ser irritantemente otimista como sempre ao tentar ver o lado bom de tudo e em todos. Mas uma coisa é certa sobre fatalidades: elas nos mostram que não somos nada comparados a tudo ao que somos sujeitos e que podemos ser tudo, fazendo a diferença na vida de alguém. A única certeza que temos na vida é a de que vamos morrer, mas o que fazemos no intervalo de tempo entre nascimento e morte é que realmente importa. As "tragédias" e "fatalidades" são os marcos capazes de produzir as maiores mudanças, pois provocam as maiores reflexões. É nessa hora que as pessoas ficam mais receptivas, mais abertas às mudanças, as emoções, ao perdão, pois percebem que precisam umas das outras. É nessa hora que todos desejam, rogam, rezam e pedem pela mesma coisa: a recuperação de alguém ou a recuperação de si próprios pela perda de alguém a quem amavam muito. E quer saber, realmente tem alguma coisa boa nisso, não acha?"
Hoje alguém muito especial morreu. Tenho certeza de que ele está em paz agora.



By: Desi Lyra



segunda-feira, 27 de julho de 2009

Amigos

Amigos são pessoas que permanecem ao seu lado quando você sorri, mas te emprestam o ombro quando você chora. São a família que temos o privilégio de escolher. Aquelas pessoas capazes de nos fazer sentir culpa, alívio e felicidade com apenas uma frase.

Pessoas capazes de colocar seus problemas de lado e sorrir, mesmo que um sorriso doído, para te proporcionar aquele momento de prazer e da felicidade mais pura. Não precisam dizer que te amam, mas que saber, você sente. Alguns são como pais, brigam com você, mas é por que te amam e te querem no caminho certo. Também existem os parecidos com parentes que moram longe, você 3 vezes no ano, mas sabe que eles te apóiam em qualquer coisa e te adoram.


Com outros você briga o tempo todo, mas é só aparecer um problema que eles correm pra te abraçar.Muitas vezes são nossos anjos da guarda, tentando nos proteger de tudo e de todos. Nos conhecem melhor do que nós mesmos algumas vezes ( no meu caso, na maioria das vezes!). Sabem o que se passa em nosso coração com apenas um olhar. São os pilares que nos sustentam quando estamos prestes a cair. Nos aconselham, mas nos deixam livres para seguir nosso próprio caminho. São os únicos que deixamos que nos vejam descabelados, com cara de sono, ou chorando enquanto vemos um daqueles filmes da Disney!


São nossos diários ambulantes, conhecendo segredos que nem lembrávamos mais que tínhamos.


Um amigo é aquele que sabe tudo sobre você e gosta de você assim mesmo.




By: Desi Lyra

Just for you

Essa noite eu sonhei com você. Foi tão real, e ao mesmo tempo eu sabia que estava sonhando. Era você. Você estava lá. Com esse seu sorriso bobo na cara. O seu jeito. As suas palhaçadas. A sua presença, até o seu cheiro. O seu jeito de me olhar, como ninguém mais olha (é umas das coisas das quais eu mais sinto falta) . Sua voz. A aceleração já conhecida do meu coração. Então eu acordei e você sumiu. Você nunca está quando eu preciso, mas quando é você quem precisa, eu largo tudo e saio correndo. Faz tão pouco tempo, então porque a falta de você é tão grande? Eu ainda não chorei por você. Não porque o que eu sinta por você não seja real, mas porque você sempre me fez rir. Acho que até assim você consegue. Você ainda me faz rir.


By: Desi Lyra
Essa noite eu sonhei com você. Foi tão real e ao mesmo tempo eu sabia que estava sonhando. Era você. Você estava lá. Com esse seu sorriso bobo na cara. O seu jeito. As suas palhaçadas. A sua presença, até o seu cheiro. O seu jeito de me olhar, como ninguém mais olha (é uma das coisas que eu mais sinto falta). Sua voz. A aceleração já conhecida do meu coração. Então eu acordei e você sumiu. Você nunca está quando eu preciso, mas quando é você quem precisa, eu largo tudo e saio correndo. Faz tão pouco tempo, então porque a falta de você é tão grande? Eu ainda não chorei por você. Não porque o que eu sinta por você não seja verdadeiro, mas você sempre me fez rir. Acho que até assim você consegue. Você ainda me faz rir.





By: Desi Lyra

Devaneios de uma sonhadora

...Ela saiu andando, com as lágrimas escorrendo pelo rosto, e ele foi atrás dela:
-Espera-P/ q?
E todos em volta pararam p/ olhar
-Eu tenho q falar com vc
-Entaum fala de uma vez!!!!!Ele não respondeu-Vc nunca vai falar não é?!
Ela se virou p/ nunca mais voltar quando ouviu o q esperou a vida toda p/ ouvir:
-EU TE AMO!!!
E todos silenciaram. Ela se virou e agora ele também tinha lárimas nos ohos.
-Vc não entende não é?!EU TE AMO. Como nunca pensei que fosse amar na vida, e eu sabia que no momento em que falasse, minha felicidade estaria em suas mãos.A 1º vez que te vi, gostei de vc. A 1° vez que vc sorriu eu me apaixonei, mas na 1° vez em que vc me olhou nos olhos, eu soube que estava condenado a ser seu...
E foi como se todos sumissem e naquele momento. Ela caminhou na direção dele com o olhar mais decidido que ele já vira, o agarrou pela camisa, e o beijou, como quis fazer na primeira vez que o viu.Depois que eles se separaram, ele acariciou seu rosto com carinho e naquele momento, quando seus olhos se encontraram , eles tiveram a certeza de que se amariam p/ sempre
...........MAS ela acordou e descobriu que não passou de um sonho bom.
....MAS o que é a vida senão o maior de todos os sonhos?!!!!!!
=*

By:Desi Lyra

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Ausência

Eu deixarei que morra em mim o desejo de amar teus olhos que são doces. Porque nada te poderei dar senão a mágoa de me veres eternamente exausto. No entanto a tua presença é qualquer coisa como a luz e a vida E eu sinto que em meu gesto existe o teu gesto e em minha voz a tua voz.Não te quero ter porque em meu ser tudo estaria terminado. Quero só que surjas em mim como a fé nos desesperados Para que eu possa levar uma gota de orvalho nesta terra amaldiçoada Que ficou sobre a minha carne como nódoa do passado. Eu deixarei... tu irás e encostarás a tua face em outra face.Teus dedos enlaçarão outros dedos e tu desabrocharás para a madrugada. Mas tu não saberás que quem te colheu fui eu, porque eu fui o grande íntimo da noite. Porque eu encostei minha face na face da noite e ouvi a tua fala amorosa. Porque meus dedos enlaçaram os dedos da névoa suspensos no espaço. E eu trouxe até mim a misteriosa essência do teu abandono desordenado. Eu ficarei só como os veleiros nos pontos silenciosos. Mas eu te possuirei como ninguém porque poderei partir. E todas as lamentações do mar, do vento, do céu, das aves, das estrelas. Serão a tua voz presente, a tua voz ausente, a tua voz perenizada.




Por: Martha Medeiros

Por que você ama quem você ama?

Ninguém ama outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso contrário os honestos, simpáticos e não-fumantes teriam uma fila de pretendentes batendo à porta.O amor não é chegado a fazer contas, não obedece a razão. O verdadeiro amor acontece por empatia, por magnetismo.Ninguém ama outra pessoa porque ela é educada, veste-se bem e é fã do Caetano. Isso são só referenciais. Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca. Ama-se pelo tom de voz, pela maneira que os olhos piscam, pela fragilidade que se revela quando menos se espera.Então que ela tem um jeito de sorrir que o deixa imobilizado, o beijo dela é mais viciante do que LSD, você adora brigar com ela e ela adora implicar com você. Isso tem nome.Você ama aquele cafajeste. Ele diz que vai e não liga, ele veste o primeiro trapo que encontra no armário. Ele não tem a maior vocação para príncipe encantado, e ainda assim você não consegue despachá-lo. Quando a mão dele toca na sua nuca, você derrete feito manteiga. Ele toca gaita de boca, adora animais e escreve poemas. Por que você ama este cara? Não pergunte para mim.Você é inteligente. Lê livros, revistas, jornais. Gosta dos filmes dos irmãos Coen e do Robert Altman, mas sabe que uma boa comédia romântica também tem o seu valor. É bonita. Seu cabelo nasceu para ser sacudido num comercial de xampu e seu corpo tem todas as curvas no lugar (ou quase). Independente, emprego fixo, bom saldo no banco. Gosta de viajar, de música, tem loucura por computador e seu fettucine ao pesto é imbatível. Você tem bom humor, não pega no pé de ninguém. Com um currículo desse, criatura, por que diabo está sem um amor?Ah, o amor, essa raposa. Quem dera o amor não fosse um sentimento, mas uma equação matemática: eu linda + você inteligente = dois apaixonados. Não funciona assim. Amar não requer conhecimento prévio nem consulta ao SPC. Ama-se justamente pelo que o Amor tem de indefinível. Honestos existem aos milhares, generosos tem às pencas, bons motoristas e bons pais de família, tá assim, ó!Mas ninguém consegue ser do jeito do amor da sua vida!




Martha Medeiros

Poema da Saudade

“Em alguma outra vida,devemos ter feito algo muito grave,para sentirmos tanta saudade...Trancar o dedo numa porta doí.Bater o queixo no chão doí.Doí morder a língua,cólica doí, doí torcer o tornozelo.Doí bater a cabeça na quina da mesa,carie doí,pedras nos rins também doí.Mas o que mais doí é a saudade.Saudade de um irmão que mora longe.Saudade de uma brincadeira de infância.Saudade do gosto de uma fruta que não se encontra mais.Saudade do amigo imaginário que nunca existiu.Saudade de uma cidade.Saudade de nós mesmo,o tempo não perdoá.Mas a saudade mais dolorida é a saudade de quem se Ama.Saudade da pele,do cheiro,dos beijos.Saudade da presença,e até da ausência consentida.Você podia ficar na sala e ele no quarto,sem se verem,mas sabiam-se lá.Você podia ir para o dentista e ele para a trabalho,mas sabiam-se onde.Você podia ficar sem vê-lo,e ele sem vê-la,mas sabiam-se amanhã.Contudo,quando o Amor de um acaba,ou torna-se menor no outro.Sobra uma saudade que ninguém sabe como deter.Saudade é basicamente não saber.Não saber se ele continua fungando num ambiente mais frio.Não saber se ele continua sem fazer a barba por causa daquela alergia.Se aprendeu a entrar na internet,se aprendeu a ter calma no trânsito.Se continua preferindo cerveja a uísque(e qual a cerveja)Se continua sorrindo com aqueles olhos apertados,e que sorriso lindo.Será que ele continua cantando aquelas mesmas musicas tão bem(ao menos eu admirava)?Será que ele continua fumando e se continua adorando Mac Donald's?Será que ele continua não amando os livros,e ela cada vez mais?E continua não gostando de dar longas caminhadas,e ela não assistindo televisão?Será que ele continua gostando de filmes de ação,e ela de chorar em comédias.Será que ela continua lendo os livros que já leu?Será que ele continua tossindo cada vez que fuma?Saber é não saber mesmo!!!Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais longos,não saber como encontrartarefas que lhe cessem o pensamento.Não saber como frear as lágrimas diante de uma música,não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche.Saudade é não querer saber se ele está com outra,e ao mesmo tempo querer.É não saber se ele está feliz,e ao mesmo tempo perguntar a todos os amigos por isso...É não querer saber se ele está mais magro,se ele está mais belo.Saudade é nunca mais saber de quem se Ama e ainda assim doer.Saudade é isso que senti(e sinto) enquanto estive escrevendo e o que você (deveria)provavelmente estar sentido agora depois que acabou de ler.”Quem inventou a distância nunca sofreu a dor de uma saudade!!!


Martha Medeiros
Pode invadir ou chegar com delicadeza, mas não tão devagar que me faça dormir. Não grite comigo, tenho o péssimo hábito de revidar. Acordo pela manhã com ótimo humor mas ... permita que eu escove os dentes primeiro. Toque muito em mim, principalmente nos cabelos e minta sobre minha nocauteante beleza. Tenho vida própria, me faça sentir saudades, conte algumas coisas que me façam rir, mas não conte piadas e nem seja preconceituoso, não perca tempo, cultivando este tipo de herança de seus pais. Viaje antes de me conhecer, sofra antes de mim para reconhecer-me um porto, um albergue da juventude. Eu saio em conta, você não gastará muito comigo. Acredite nas verdades que digo e também nas mentiras, elas serão raras e sempre por uma boa causa. Respeite meu choro, me deixe sózinha, só volte quando eu chamar e, não me obedeça sempre que eu também gosto de ser contrariada. ( Então fique comigo quando eu chorar, combinado?). Seja mais forte que eu e menos altruísta! Não se vista tão bem... gosto de camisa para fora da calça, gosto de braços, gosto de pernas e muito de pescoço. Reverenciarei tudo em você que estiver a meu gosto: boca, cabelos, os pelos do peito e um joelho esfolado, você tem que se esfolar as vezes, mesmo na sua idade. Leia, escolha seus próprios livros, releia-os. Odeie a vida doméstica e os agitos noturnos. Seja um pouco caseiro e um pouco da vida, não de boate que isto é coisa de gente triste. Não seja escravo da televisão, nem xiita contra. Nem escravo meu, nem filho meu, nem meu pai. Escolha um papel para você que ainda não tenha sido preenchido e o invente muitas vezes.Me enlouqueça uma vez por mês mas, me faça uma louca boa, uma louca que ache graça em tudo que rime com louca: loba, boba, rouca, boca ... Goste de música e de sexo. goste de um esporte não muito banal. Não invente de querer muitos filhos, me carregar pra a missa, apresentar sua familia... isso a gente vê depois ... se calhar ... Deixa eu dirigir o seu carro, que você adora. Quero ver você nervoso, inquieto, olhe para outras mulheres, tenha amigos e digam muitas bobagens juntos. Não me conte seus segredos ... me faça massagem nas costas. Não fume, beba, chore, eleja algumas contravenções. Me rapte! Se nada disso funcionar ... experimente me amar!



Martha Medeiros

Strip-Tease

Chegou no apartamento dele por volta das seis da tarde e sentia um nervosismo fora do comum. Antes de entrar, pensou mais uma vez no que estava por fazer. Seria sua primeira vez. Já havia roído as unhas de ambas as mãos. Não podia mais voltar atrás. Tocou a campainha e ele, ansioso do outro lado da porta, não levou mais do que dois segundos para atender.Ele perguntou se ela queria beber alguma coisa, ela não quis. Ele perguntou se ela queria sentar, ela recusou. Ele perguntou o que poderia fazer por ela. A resposta: sem preliminares. Quero que você me escute, simplesmente.Então ela começou a se despir como nunca havia feito antes.Primeiro tirou a máscara: "Eu tenho feito de conta que você não me interessa muito, mas não é verdade. Você é a pessoa mais especial que já conheci. Não por ser bonito ou por pensar como eu sobre tantas coisas, mas por algo maior e mais profundo do que aparência e afinidade. Ser correspondida é o que menos me importa no momento: preciso dizer o que sinto".Então ela desfez-se da arrogância: "Nem sei com que pernas cheguei até sua casa, achei que não teria coragem. Mas agora que estou aqui, preciso que você saiba que cada música que toca é com você que ouço, cada palavra que leio é com você que reparto, cada deslumbramento que tenho é com você que sinto. Você está entranhado no que sou, virou parte da minha história."Era o pudor sendo desabotoado: "Eu beijo espelhos, abraço almofadas, faço carinho em mim mesma tendo você no pensamento, e mesmo quando as coisas que faço são menos importantes, como ler uma revista ou lavar uma meia, é em sua companhia que estou".Retirava o medo: "Eu não sou melhor ou pior do que ninguém, sou apenas alguém que está aprendendo a lidar com o amor, sinto que ele existe, sinto que é forte e sinto que é aquilo que todos procuram. Encontrei".Por fim, a última peça caía, deixando-a nua"Eu gostaria de viver com você, mas não foi por isso que vim. A intenção é unicamente deixá-lo saber que é amado e deixá-lo pensar a respeito, que amor não é coisa que se retribua de imediato, apenas para ser gentil. Se um dia eu for amada do mesmo modo por você, me avise que eu volto, e a gente recomeça de onde parou, paramos aqui".E saiu do apartamento sentindo-se mais mulher do que nunca.



Martha Medeiros
Sumi porque só faço besteira em sua presença, fico mudoquando deveria verbalizar, digo um absurdo atrás do outro quando melhor seria silenciar, faço brincadeiras de mau gosto e sofroantes, durante e depois de te encontrar.Sumi porque não há futuro e isso não é o mais difícil delidar, pior é não ter presente e o passado ser mais fluido que o ar.Sumi porque não há o que se possa resgatar, meu sumiço écovarde mas atento, meio fajuto meio autêntico, sumi porquesumir é um jogo de paciência, ausentar-se é risco e sapiência,pareço desinteressado, mas sumi para estar para sempre do seulado, a saudade fará mais por nós dois que nosso amor e suadesajeitada e irrefletida permanência.



Martha Madeiros

domingo, 12 de julho de 2009

A DOR QUE DÓI MAIS

Trancar o dedo numa porta dói. Bater com o queixo no chão dói. Torcer o tornozelo dói. Um tapa, um soco, um pontapé, dóem. Dói bater a cabeça na quina da mesa, dói morder a língua, dói cólica, cárie e pedra no rim. Mas o que mais dói é saudade.Saudade de um irmão que mora longe. Saudade de uma cachoeira da infância. Saudade do gosto de uma fruta que não se encontra mais. Saudade do pai que já morreu. Saudade de um amigo imaginário que nunca existiu. Saudade de uma cidade. Saudade da gente mesmo, quando se tinha mais audácia e menos cabelos brancos. Dóem essas saudades todas. Mas a saudade mais dolorida é a saudade de quem se ama. Saudade da pele, do cheiro, dos beijos. Saudade da presença, e até da ausência consentida. Você podia ficar na sala e ele no quarto, sem se verem, mas sabiam-se lá. Você podia ir para o aeroporto e ele para o dentista, mas sabiam-se onde. Você podia ficar o dia sem vê-lo, ele o dia sem vê-la, mas sabiam-se amanhã. Mas quando o amor de um acaba, ao outro sobra uma saudade que ninguém sabe como deter.Saudade é não saber. Não saber mais se ele continua se gripando no inverno. Não saber mais se ela continua clareando o cabelo. Não saber se ele ainda usa a camisa que você deu. Não saber se ela foi na consulta com o dermatologista como prometeu. Não saber se ele tem comido frango de padaria, se ela tem assistido as aulas de inglês, se ele aprendeu a entrar na Internet, se ela aprendeu a estacionar entre dois carros, se ele continua fumando Carlton, se ela continua preferindo Pepsi, se ele continua sorrindo, se ela continua dançando, se ele continua pescando, se ela continua lhe amando.Saudade é não saber. Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos, não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento, não saber como frear as lágrimas diante de uma música, não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche.Saudade é não querer saber. Não querer saber se ele está com outra, se ela está feliz, se ele está mais magro, se ela está mais bela. Saudade é nunca mais querer saber de quem se ama, e ainda assim, doer.

Martha Medeiros

quinta-feira, 21 de maio de 2009

. Não finjα que está..

arrependido, eu sei que não é verdαde. Você sαbe que tem o poder de me enfrαquecer por dentro, e gαrotα você me tirα o fôlego, mαs tudo bem. Porque você é minhα sobrevivênciα. Agorα, deixe-me dizer, eu não consigo imαginαr vidα sem seu αmor. E αté α eternidαde não pαrece longα o suficiente.
                        (Bαckstreet Boys . Drowning)

. Todos nós temos αlgo...

que nos inspirα. Pelo menos nós inspirαmos um ao outro. Então quαndo α frαquezα αumentαr meu ego, eu vou sαber que você contou comigo desde o pαssαdo. Se eu me trαnsformαr em outro, cαve e me resgαte dαquilo que está cobrindo α minhα melhor pαrte. Cαntαndo essα cαnção, lembre-me de que nós sempre teremos um ao outro quαndo todo o resto tiver αcαbαdo.
                              (Incubus . Dig)

. Solidão.

Octαvio Pαz escreveu: "A solidão é o fαto profundo dα condição humαnα. O homem é o único ser que sαbe que ele está sozinho"
                    (.OTH~2x14 - Quiet Things Thαt No One Ever Knows.)

. Tαlvez, nós todos

dαmos o melhor de nossos corαções, sem questionαr, pαrα αqueles que mαl pensαm em nós." T. H. White.

           (.OTH~2xO2 - The Truth Doesn't Mαke A Noise.)

Você sαbe o que é melhor?

"Você sαbe ααuelα visão românticα de que todo o lixo e dor é nα verdαde terαpêuticα e bonitα, e αté poéticα? Não é verdαde. É αpenαs lixo, e αpenαs dor. Você sαbe o que é melhor? Amor. O diα que você começαr α αchαr que o αmor é supervαlorizαdo, é o diα que você estαrá errαdo. A únicα coisα errαdα sobre o αmor, α fé e α crençα... é não tê-los."
                    (OTH~5x18.Whαt Comes After Blues.)

. Não teriα dαdo certo...

de quαlquer jeito, então αgorα é só um outro diα solitário. Mαis prα frente α gente tαlvez possα, mαs por αgorα é só um outro diα solitário. Eu gostαriα que tivesse αlgumα coisα que eu pudesse fαlαr ou fαzer, eu consigo resistir α quαlquer coisα, menos á tentαção de ter você. Eu prefiro cαminhαr sozinho do que ficαr te seguindo, e eu prefiro me jogαr do que deixαr você me αrrαstαr prα bαixo.

                        (Ben Hαrper.Another Lonely Dαy)

In α flαsh they're gone.

Amores de verão começαm por todo tipo de rαzões, mαs quαndo tudo é feito e dito, eles tem αlgumα coisα em comum. Eles são como estrelαs cαdentes, um momento espetαculαr de luz no pαrαíso, um fugαz vislumbre dα eternidαde, e em um piscαr de olhos, eles desαpαrecem.
                              (Noαh Cαlhoun . The Notebook)

Vc pode pegar tudo...

e eu sentirei fαltα. Tem um pequeno pedαço de você em tudo isso. [...] Por fαvor, existe umα melhor pαrte minhα pαrα ver αindα, por que você não tem visto nαdα do meu melhor. E você sαbe que eu me odeio sem você αgorα. Mαchucα o mesmo quαndo ninguém sαbe, eu suponho que é αssim que funcionα.E eu não direi quαlquer coisα.
                       (Mαriαnα's Trench . Sαy Something)

Obrigada por tudo...

que você fez. Eu senti suα fαltα por tαnto tempo, eu não posso αcreditαr que você tenhα ido e você αindα vive em mim. Eu sinto você no vento, e você αindα continuα me guiαndo. Eu nuncα soube o que erα estαr sozinhα, porque você sempre estαvα lá pαrα mim, você estαvα sempre lá esperαndo. Mαs αgorα eu vou pαrα cαsα, e eu αpenαs sinto fαltα do seu rosto sorrindo pαrα mim então eu fecho meus olhos pαrα ver, e eu sei... Você é umα pαrte de mim, e estα é suα cαnção que me deixα livre. Eu cαnto elα enquαnto eu sentir que eu não posso mαis segurαr, e eu cαnto hoje à noite porque elα me confortα. Eu cαrrego αs coisαs que me fαzem lembrαr de você, como umα memóriα αmorosα dα únicα que foi tão verdαdeirα. Você era tão αmável quαnto podiα ser e emborα você tenhα ido, você continuα sendo como o mundo pαrα mim.
                         (Alter Bridge - In Loving Memory)

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Whinsper

Fallen angels at my feet
Whispered voices at my ear
Death before my eyes
Lying next to me I fear
She beckons me shall
I give inUpon my end shall I begin
For saking all I've fallen for
I rise to meet the end
Don't turn away
Don't give in to the pain
Don't try to hide
Though they're screaming your name
Don't close your eyes
God knows what lies behind them
Don't turn out the light
Never sleep, never die
Never sleep, never die ♥
Whinsper-Evanescence

If you love me

Eu levava meu amor para Violet Hill.
Lá nós nos sentávamos na neve.
E o tempo todo, ele continuava em silêncio.
"Se você me ama, não vai me deixar saber?"
"Se você me ama, não vai me deixar saber?"
"If you love me, won't you let me know?"
Violet Hill-Coldplay
 

Blog Template by YummyLolly.com
Sponsored by Free Web Space